sábado, 26 de janeiro de 2013

Ephesus

        Visita ao Sítio Arqueológico de Ephesus
Chegada ao Sítio Arqueológico de Ephesus pelo Portão Superior
A primeira vista de quando se chega é a Ágora,uma ampla praça onde funcionava o mercado grego onde intensa troca de mercadorias deveriam acontecer diante dos inúmeros visitantes e residentes. Os arcos em frente são dos Banhos Varius, que marca o começo das ruas pavimentadas do sistema de vias urbanas romano.
 
Ágora Superior
Super desenvolvida diante de seu forte movimento de trocas e comércio. A Ágora era também local de reuniões de pessoas que se encontravam. Para a discussão de temas diversos , assim como ´palestras e debates, ocorriam na Stoa, bem em frente a Ágora.A importância social desta área pode ser avaliada pela presença do outro lado do ¨Prytanaeum¨. o centro cívico romano, onde se reuniam aos Prítanes, os principais magistrados da cidade e também os representantes da cidade, algo assim como nossos vereadores nos dias de hoje. 
 
                           
Monte Pion ( Panayir Dagi)
A cidade da antiga Ephesus ficava na encosta oeste desta montanha.
 
 
Teatro Odeon ou Bouleuterion
Logo atrás da Ágora entre Prytaneum e os Banhos Varius está o Odeon, este pequeno teatro destinado a apresentação de músicas e poesias. O teatro Odeon reforça a idéia de que o local era muito importante, sendo que neste teatro faziam-se também reuniões do parlamento local.
 
Colunatas da Stoa
A Stoa era o local de reuniões dos gregos, onde eram apresentadas palestras sobre temas diversos como filosofia e política, isto é, as idéias circulavam livremente e entre estas idéias estava a pregação do Cristianismo. A Stoa ficava geralmente próxima a Ágora, o mercado grego, onde naturalmente provocava grandes aglomerações.
 
Entrada da Igreja da Stoa, vendo-se a Cruz esculpida na parte superior
 
                          
Odeon ou Bouleuterion
O Bouleuterion, era o local dos encontros do conselho, chamado ¨boule¨, assim como a apresentação de peças musicais, poesias e debates. Originalmente o Bouleuterion, ou Odeon tinha um telhado e seu auditório era limitado e separado por uma parede do palco. O Edifício foi levantado em torno do ano de 100 d.C.Em 150 d.C., Piblius Vedius Antoninus patrocinou um novo palco construído para servir de galeria de retratos esculpidos da família Imperial bem como expor  peças de  literatura do Imperador Antoninus Pius( 138 a 161 d.C.) .
 
                          
Basílica da Stoa
A Stoa, local de palestras, discuções e debates de grandes temas, era uma Basílica com trés alas e dois andares. A Colunata Real, foi doada por C. Sextilius Pollio e construída no ano 11 d.C. Esta construção Jônica , uma das mais impressionantes construções da cidade de Ephesus, podia ser acessada por alguns lances de escadas e a  fachada  tinha 67 colunas nas alas laterais com 4,72 m de amplitude e a ala mediana com 6,85m também de amplitude.As esculturas monumentais sentadas do casal de imperadores, Augustus( 27 a.C. a 14 d.C.) e Lívia é mostrada no Museu de Ephesus em Selçuk, onde estão colocados em um pedestal.
 
Prytaneum
Local onde se reuniam os pritaenes, que eram os principais magistrados da cidade com função judiciária, ou então legislativa, representando a população nas assembléias que aconteciam no Bouleuterion ou Odeon ficando próximo do  lado  oeste deste. O edifício apresentava arquitetura especial com elevadas colunas e um altar ou dois pequenos templos.O pátio bastante amplo(33m X 28m) fica cercado pelos três lados e as colunas elevadas do outro lado, formando o que se chama de um Peristilo de Rodes. Peristilo como se sabe é um conjunto de colunas em torno de um pátio, e no caso do Peristilo de Rodes apenas um dos lados do pátio é adornado com um conjunto de colunas.
 
 
Prytaneum
O Prytaneum era o local onde ficavam os escritórios dos pritaenes,  magistrados ou edís que recebiam a população e estabeleciam os entendimentos. Logo além do pátio vemos um quarteirão sagrado, e que estava relacionado com o prytaneum, foi provavelmente construído por Augusto(27 a.C. a 14 d.C.) e era dedicado a César que fora deificado, assim como a deusa Ártemis( Diana dos romanos).A entrada do Prytaneum era feita através do pátio, cercado por colunas. A sua sala principal era usada para banquetes públicos em honra de personalidades. A pedra no centro da sala era usada tanto como altar sagrado pera a deusa Héstia( divindade do lar, era a Vesta dos romanos) ou como lugar para a preparação de comida. Nesta parte do Prytaneum era onde foram erigidas as quatro cópias romanas da escultura de Artemis Ephesia.
 
Símbolos Cristãos dentro do Prytaneum
Ainda que tenham sido construídos templos pagãos e tenha sido feita a deificação do Ditador Cezar relacionados com o Prytaneum a evolução do cristianismo como religião do Império Romano a partir do Imperador Constantino(270 a 337 d.C.), especialmente após o Edito de Milão de 313 d.C., tornou o cristianismo a religião dominante pois Constantino e os outros imperadores romanos que passaram a governar através de uma Monarquia de Direito Divino.
 
Prytaneum
Colunas restauradas do peristilo do Prytaneum.