segunda-feira, 25 de março de 2013

Hippodrome em Istambul

Visita ao Hippodrome no bairro de Sultanahmet em Istambul
 
 
Hippodrome ou  At Meydani
O bairro de Sultanhamet é talvez onde ficam as principais atrações turísticas de Istambul, assim como a Hagia Softa, o Palácio Topkapi, a Mesquita Azul, o Museu Turco de Arte Islâmica, a Yerebatan Sarnuçi ou o Palácio Submerso, o Grand Bazaar e é claro, o Hippodrome, que estamos vendo na foto.
O Hippodrome, antigamente era o foco da vida cultural do Império Bizantino, mas é agora este parque municipal conhecido como At Meydan, ou Praça dos Cavalos.
Hippodrome ou At Meydani
O nome Hippodrome , At Meydan que traduzido quer dizer, Praça dos Cavalos, é uma referência as corridas de bigas que aconteciam aqui nos tempos romanos. O Hippodrome foi erguido pelo Imperador Sétimo Severo(146 a 211 d.C.) no ano de 203 d.C. e depois foi ampliado pelo Imperador Constantino(270 a 337) no Séc IV. Era o epicentro da cidade, além de abrigar jogos, corridas e festivais era também o local de comícios e por isso foi palco da revolta de Nika( 532 d.C.), na qual o Imperador Justiniano(482 a 565 d.C.) quase foi deposto.
Hippodrome ou At Meydani
Existia um anfiteatro com capacidade para 100 mil pessoas destinado a acomodar as pessoas que quisessem ver a corrida.Neste anfiteatro era possível também se apresentarem peças teatrais, musicas e poesias, como também discutir idéias e realizar discurso políticos, o que levou a explosiva revolta de Nika em 532 e contra o Imperador Justiniano. Este anfiteatro foi destruído após a invasão e o monstruoso saque e destruição executados pela Quarta Cruzada em 1204, quando os cruzados invadiram a Cidade de Constantinopla, que era uma cidade cristã,que foi de tal monta que atribuí-se a este evento a contínua e inexorável decadência do Império Bizantino e a sua conseqüente tomada da cidade em 1453 pelos turcos otomanos.
 
 
Coluna de Constantino
Este é um dos inúmeros monumentos que chamam a atenção do visitante logo que chega ao Hippodrome, a Coluna de Constantino, que ao que consta em suas inscrições, já existia ao tempo de Constantino e foi recuperada por ele. Era conhecido também como Porfirogenituis ou Obelisco Murato, e era originalmente recoberto por placas de bronze douradas a ouro, saqueadas pelos cruzados.
Coluna Serpentina
Originário do Templo de Apolo em Delfos, onde era dedicado ao deus pelas 31 cidades gregas que derrotaram os Persas na Batalha de Plateia em 479 a.C.! O bronze desta coluna resulta das espadas persas apreendidas e derretidas para a realização da obra. Esta coluna foi trazida para Constantinopla por Constantino o Grande e a Coluna Serpentina tinha as cabeças de três cobras que se orientavam em três direções diferentes mas hoje conhecemos o paradeiro de somente duas destas cabeças, uma está no Museu de Arqueologia de Istambul e a outra no British Museum.
 
 
Obelisco de Thutmós III
O monumento foi mandado construir pelo rei egípcio Thutmós III( 1504 a 1450 a.C.), para comemorar suas vitórias durante o Séc XV a.C. Posteriormente, no Séc IV d.C.Theodosius, (401 a 450 d.C.), mandou transportá-lo para Constantinopla e colocá-la no centro da Hippodrome. O Obelisco de Thutmós tinha 60 m de altura, porém foi partido durante o embarque do Egito para Constantinopla, e ao que parece, apenas uma terça parte sobreviveu,
,                                             
Obelisco de Thutmós III
O monumento ostenta impressionantes hieróglifos em todas suas quatro faces.

Base de Mármore do Obelisco de Thutmós III
O Obelisco de Thutmós III está apoiado sobre um bloco de mármore esculpido a mando de Theodosius II. Nesta face do bloco podemos ver Theodosius em seu khatisma, o camarote real, no anfiteatro do Hippodrome, depois destruído pela Quarta Cruzada em 1204.A quarta Cruzada saqueou também a Quadriga do Hippodrome, que foi levada para Veneza e colocada no alto da Basílica de São Marcos, substituída por uma cópia e a autêntica colocada no Museu da própria Basílica.
 
Base de Mármore do Obelisco de Thutmós III
Na outra face do bloco de mármore que sustenta o obelisco de ThutmósIII, vemos novamente o Imperador com a família real na khatisma,o camarote real, cercado de figuras reverentes, no Hippodrome.Este bloco de mármore é cópia do original, que está no Complexo do Museu de Arqueologia.
 

Base de Mármore do Obelisco de Thutmóss III
Pode-se ver a Theodosius e a família real , assistindo a corrida enquanto um grupo de prisioneiros ajoelhados presta reverência ao Imperador.
Mesquita Sultanhmet Cami, ou Mesquita Azul
Logo que se chega ao Hippodrome aquilo que atraí o olhar pela primeira vez é a monumental Mesquita Azul, com seus seis minaretes, e colossal magnitude.Portanto depois, faremos uma visita especial para apreciar os seus apurados detalhes.
 
 
 
Os Minaretes e a Cúpula da Mesquita Azul
Por entre as árvores do Hippodrome, nos chama a atenção os seis minaretes da Mesquita Azul, ou Sultanahmet Cami. Porém seis minaretes era uma exclusividade  da mesquita de Meca , o que gerou protestos inflamados. Assim, o Sultão Ahmet I( 1590 a 1617), teve que mandar construir um sétimo minarete em Meca, evitando assim que estas jóias arquitetônicas fossem mutiladas.
 
                                     
Museu Turco da Arte Islâmica
Outra atração que o visitante não deve perder, por mais aperada que esteja sua agenda. Fica bem do lado do Hippodrome e quase em frente ao Obelisco de Thutmós III. Voltaremos a este Museu depois para melhor apreciar sua extraordinária coleção.
Fonte Kaiser Wilhelm II ou Alman Çesmesi.
Oferecida pelos alemães para celebrar a visita do Kaiser à cidade de Istambul em 1895. O monumento chama bastante a atenção dos visitantes do Hippodrome pelas suas evidentes semelhanças com as fontes de purificação que  encontramos nos pátios das mesquitas.
Fonte Kaiser Willhelm II ou Alman Çesmesi.
A parte interna da cúpula da fonte é decorada por um brilhante mosaico dourado e um rendilhado em forma de sol irradiante no centro. Nos setores da cúpula vemos pares de insígnias reais, o Monograma do Monarca Alemão e a Tungra de Abdul Hamit II.
Hippodrome com o Obelisco de Tuthmós III e os Minaretes da Mesquita Azul
Podemos observar várias épocas muito distintas, pois o Obelisco foi construído  em 1450 a.C.,levado para Constantinopla e assentado no Hippodrome em 390 d.C.e a mesquita Azul, construída a partir de 1609,por ordem de Sultão Ahmet I
Ao longo do Império Otomano, o Hippodrome passaou a ser utilizado para treinamento militar, e durante o Sultanato de Mahmud II, em 1826 foi palco do  Massacre dos Janíssários, que extinguiu para sempre esta instituição.Foi também no Hippodrome que ocorreram os protestos que levaram a queda de Abdül Hamit II em 1909.