quarta-feira, 27 de março de 2013

Interior da Mesquita Sultanahmet ou Mesquita Azul em Istambul

Visitando o Interior da Mesquita Azul
 
Portão Monumental Com Barra Dourada de Caligrafia e Para-Vento Coberto em Azul
 
Domo Principal da Mesquita Azul.
Entrando na mesquita a primeira coisa que atrai o olhar é este monumental domo central de 23,5m de diâmetro  a 43m de altura, suspenso, como se pairasse, sobre arcos imensos! Em torno do domo central existem vários outros semi-domos, descendo em cascata até os alpendres. Esta foi a genial solução que o arquiteto Mehmet Aga encontrou para agradar o Sultão Ahmet com o seu projeto para a Mesquita Azul. Não devemos esquecer que os arquitetos anteriores a Mehmet Aga, foram executados por ordem do Sultão por apresentarem um projeto insuficiente , inadequado e que não o agradou!
 
Altas e Leves Paredes
Guarnecidas com inúmeras janelas que permitem a entrada da luz do dia neste amplo ambiente. A arquitetura oriental chegou primeiro que a ocidental nos princípios estruturais arquitetônicos que permitiam a leveza da construção. A Europa, depois da destruição do Império Clássico Romano,construiu durante muitos séculos catedrais em estilo românico, pesadas, escuras e com poucas aberturas que suas grossas paredes não permitiam, até a concepção do estilo gótico no Séc XII pelo genial monge prior Suger na construção da Catedral de Saint Denis em Paris. 
Paredes Cobertas de Azulejos
Foram necessários, precisamente, 21.043 azulejos pintados com motivos diversos da flora, como vinhas e uvas,romãs e flores diversas como tulipas, cravos, violetas,jacinto, jasmim...
Toda a produção da fábrica de Iznik precisou ser canalizada para a construção da mesquita e que tomou seis anos. Os artesãos de Izniks proibidos de atender outras encomendas e com os salários congelados por ordem do Sultão, decidiram afastarem-se de Iznik e fugirem para Kutaya, que assim tronou-se também um centro produtor de azulejos, embora nunca tenha chegado ao nível de Iznik.
 
Mesquita Azul, seus Azulejos e Seus Vitrais
A Mesquita Azul tem este nome por contra de seus mais de 20 000 ajulejos de Iznik em tom azul, mas também de seus 260 janelas com vitrais, onde predomina também o matiz azul.
Arcos Sustentados Por Grossas Colunas
Os arcos interiores da Mesquita Azul são sustentados por quatro grossos pilares conhecidos como ¨Pata de Elefante¨,que chegam a cinco metros de diâmetro.
 
Azulejos Cobrindo em Profusos Motivos Florais  Arcos e Colunas
Criação da Sensação  de Paz de Espírito
Azulejos mostram diversos painéís com motivos diferentes, exacerbando o sentido da visão, mas produzindo uma sensação de tranqüilidade quando você se vê impregnado pela atmosfera superior, desenvolvida por estas múltiplas e coloridas sensações.
Os Visitantes Suspendem a Respiração
Quando se entra na Mesquita Azul a primeira sensação que nos deparamos é a de assombro! Percebe-se que as pessoas costumam soltar interjeições em suas respectivas línguas, o que não impede que exprimamos a nossa também!
Portão dos Devotos
Este é o portão que deixamos a Mesquita Azul e onde normalmente saem os devotos que praticaram suas orações. Diante deste portão temos um magnífica vista da Hagia Sofia, a igreja ¨Da Divina Sabedoria¨, erguida em 532 pelo Imperador Justiniano e depois da tomada de Constantinopla em 1453,  transformada em Mesquita em 1934, convertida em Museu.
                                   
A Mesquita Azul, seu Domo e Cascata de Semi-Domos com os Seis Minaretes.