sexta-feira, 15 de março de 2013

Museu das Civilizações da Anatólia, em Ankara

Visita Ao Museu das Civilizações da Anatólia, na Cidade de Ankara
 
Entrada do Museu das Civilizações da Anatólia
Localizado em um prédio restaurado do Séc XV, é um museu que não os visitantes de Ankara não podem perder sendo uma das maiores atrações da cidade.Tem uma maravilhosa coleção arqueológica, documentando os povos e culturas da Anatólia, desde a Idade da Pedra e através dos períodos Clássicos.
 
Jardim em Frente ao Museu
Com várias esculturas do período clássico, valorizando a chegada ao museu.
 
Seção Hitita
Os Hititas eram um povo Indo-Europeu, que no II Milênio a.C. fundou um poderoso império na Anatólia( onde nos encontramos), cuja queda data dos Séc XIII-XII a.C.
 

Alto Relevo em Pedra Calcária
Mostrando um rei Hitita de frente para uma procissão de quatro deuses, sendo um deles, uma deusa alada.( Informações obtidas a partir de inscrições na peça arqueológica). Os deuses estão carregando espadas curvas, machados,lanças e símbolos.

Alto Relevo em Pedra Basáltica
Escultura Hitita mostrando uma Biga de Guerra onde enquanto uma das personagens conduz as rédeas a outra lança flexas com o arco. Abaixo dos cavalos tem uma figura nua deitada de costas e com uma flexa cravada em seu ventre. Esta personagem é menor do que as outras e por isso presume-se que seja um soldado inimigo vencido.
 Baixo Relevo em Pedra Calcária
Período Imperial Hitita. Mostra o rei e a rainha diante de um altar.O rei veste um vestido longo e um manto, segurando um cetro real em sua mão direita. A sua mão esquerda está estendida para frente e a sua coroa acima da cabeça é visível. A rainha veste um vestido decorado e está vestida da cabeça aos pés por um manto.Ambas as personagens usam brincos de grandes argolas.
 
Baixo Relevo Hitita em Pedra Calcária
O  personagem leva os animais sacrificiais. O personagem veste uma roupa comprida e segura o chifre da cabra atrás dele com a mão direita.
 
 
Escultura Neo-Hitita em Pedra Basáltica
Par de leões e uma criatura híbrida que segura a juba do leão. A criatura com cabeça de pássaro está apoiada em um de seus joelhos.
 
 
Base de Pedra Com Inscrições
Do Período Imperial Hitita(1399 a 1302 a.C.), mostra hieróglifos e conta a história da tomada da cidade de Tarma pelo Grande Rei Exerody.
Cerimônia Religiosa
Escultura em pedra calcária neo-Hitita. Trés mulheres caminhando cobertas por longas vestes e altos chapéus. Acredita-se que devem ser sacerdotisas da deusa Kubaba. Cada uma segura um feixe de cereais na mão direita e um cetro na mão esquerda.
 
Os Guerreiros
Escultura em alto-relevo em pedra basáltica do período Neo-Hitita. Três figuras com cabelos cacheados e longas túnicas e largos cintos. O personagem da frente sustenta uma lança que está quebrada em um dos lados  na mão esquerda e um ramo com folhas na sua direita.  O personagem do meio aperta o seu punho direito e segura uma ferramenta na altura da cabeça na sua mão direita. Eles são seguidos por um personagem que carrega um bordão ma sua mão esquerda . Todos os três usam longas espadas na cintura.
 
                                  
 
Soldados Hititas
Três soldados com capacetes e vestidos com túnicas curtas e carregando escudos nas suas costas e lanças em suas mãos. O canto direito abaixo da laje não foi terminado, uma vez que existia uma base de escultura na sua frente.
 
Escultura de Leão
O Império Hitita terminou por volta do ano 1 200 a. C., como resultado da invasão de povos chamados de ¨vindos do mar¨.Contudo os Hititas se reassentaram em outras regiões, no sul da Anatólia, perto das montanhas Taurus e passaram a ser chamados de neo-Hititas. esta cultura Hitita persistiu até aproximadamente no ano de 700 a.C.
 
 
 
Alto-Relevo em Pedra Calcária da deusa Kubaba
É mostrada de perfil da direita.É uma deusa mãe cujas primeiras representações vem desde o paleolítico e simboliza a fertilidade e a prolíferação.No período neolítico passaram a fazer representações em metal, e quando realizaram os primeiros assentamentos urbanos na idade do bronze.A deusa disseminou-se pela Anatólia e expandiu-se para outras áreas, recebendo outros nomes, como Cybelle, na Phrígia, Cybeba na Lídia e Kubaba nos assentamentos tardios dos Hititas. Era conhecida também por outros nomes como Artemis, Diana, Astharté,Ishtar e Sibel. É bom não esquecer que Astharté também tem o nome de Lilith na tradição judaica,  e que teria sido a Primeira Mulher  antecessora de Eva.
 
Estátua de Rei Muttalu, relevo Neo-Hitita de Malatya.
Relevo Neo-Hitita, de Malatya.
A esquerda vemos um deus  com uma longa e ondulada barba pontuda, capacete  e montado num carro puxado por um touro conduzido com rédeas. Logo a sua direita outra figura  encarando  uma figura sem barba e cabelos ondulados. Atrás um atendente , sem baraba segura um touro. 
Relevo em Pedra Basáltica Neo-Hitita originário de Gaziantep
As duas personagens do centro estão cercadas por dois homens com cabeças de leão . O punho do homem da direita está entendido na direção das duas figuras enquanto na sua mão esquerda tem uma maça ou porrete. O homem da esquerda tem em sua mão direita uma maça ou porrete e a sua mão esquerda está levantada.Os personagens do centro são homens-touros, cujas faces estão voltadas de frente e seus corpos em perfil. Os homens com corpo de touro , chifres e orelhas, seguram lanças. Os homens touros são os deuses Kusarlldu e os homens leões os deuses Ugallu.
´Relevo Com Esfíngies neo-Hitita
Duas esfíngies aladas e apoiadas em suas patas trazeiras atacam um cavalo alado também apoiado em suas patas trazeiras.
 
 
Relevo Mostrando Uma Cena Miológica
Relevo Neo-Hitita mostrando o assassinato de Humbaba, o guardião das Florestas de Cedro, por Gilgamesh e Enkidu. Os personagens estão de pé um de cada cada lado  segurando os braços do Humbaba com uma das mãos , enquanto apunhalam uma adaga em sua cabeça com a outra.Gilgamesh é um herói épico sumeriano, cuja busca pela imortalidade é narrada em um poema épico, que às vezes se aproxima da história bíblica do Dilúvio Universal.
 Carta Entre As Rainhas do Egito e a dos Hititas
Esta tábua é uma amigável correspondência da rainha do Egito, a rainha Naptera, esposa de Ramesses II, para a rainha Hitita, rainha Puduhepa, esposa de Hattushili III, tratando sobre o Tratado de Paz de Kadesh e escrita em língua Akadia, datada de 1275 a 1220 a.C., encontrada em Bogazköy. Ela mostra as próximas e amigáveis relações entre as duas nações e lista uma série de presentes.
 
Tábua de Bronze
  Çorum-Bogazköy( Hattusa) 1235 a.C. Este documento cuneiforme foi encontrado em uma escavação realizada em 1986 e é a única tábua de bronze encontrada na Anatólia. Ela esclarece a geografia-histórica da Anatólia durante o Segundo Milênio a.C., testemunhando um tratado entre Tudhaliya IV e Kurubta da Tarhuntassa em 1235 a.C. Com este tratado Tudhaliya promete a soberania da Tarhuntassa e outro território para Kurunta e seus filhos no futuro. Por outro lado Tudhaliya deixa claro que Kurunta precisa desistir de imitar as ações expansivas do Grande reino de Tudhaliya. Milhares de deuses são listados como testemunhas divinas para obediência dos parceiros contratantes. 
 
 
 
Desenhos do VII Milênio a.C.
                                    
Desenhos do Neolítico, entre 8 500 a 5 000 a.C.
Perigos e animais selvagens são temas comuns nas pinturas de parede de Çatalhöyük. O mural acima mostra caçadores vestidos em peles de leopardo provocando e atraindo um cervo selvagem e um javali. 
Fragmentos de Têxteis do VII Milênio a.C.
Desenhos Com Abutres, do VII Milênio a.C.
A pintura sugere uma antiga associação entre abutres e a morte. Ele aparantemente mostra urubus comendo a carne com corpos sem cabeça. 
 

Deusa Da Fertilidade
Com grandes seios e amplos quadrís, presume-se que esta seja uma deusa da fertlidade. Contudo está sentada entre dois jaguares, o que nos transmite uma idéia de que seja uma pessoa muito poderosa. Entre as pernas apareçe uma cabeça que se presume ser de uma criança nascendo ou então, o crâneo de um inimigo vencido.